Positive Company

Aprenda como fazer uma estratégia de investimentos

Montar uma estratégia de investimentos pode ser um desafio, mas com esse artigo você irá aprender o passo a passo para montar a sua.

Texto: Aprenda como fazer uma estratégia de investimentos
Foto: Mikhail Nilov

Existem muitas falácias ao redor de como montar uma estratégia de investimentos que vá gerar altos retornos. Isso porque acredita-se que as fórmulas prontas e os milagres dos gurus se aplicam a qualquer tipo de investidor e objetivos.

Entretanto, não é bem assim que as coisas funcionam. Montar uma estratégia de investimento é algo que se passa muito mais pela personalização e pelo perfil do investidor do que pelas receitas prontas e pelas carteiras de indicação.

Calma! Não estou falando aqui que as carteiras de indicação são ruins. Apenas reforço que só copiar uma carteira sem ter um olhar crítico é uma cilada.

Agora que já sabemos que não devemos reproduzir e executar aquilo que os outros nos dizem sem antes questionar, vamos ao que interessa: Aprenda como fazer uma estratégia de investimentos seguindo a leitura.




O que você vai aprender:




Como fazer uma estratégia de investimentos

Para construir uma estratégia de investimentos que seja eficaz e que de fato funcione para que consiga alcançar seus objetivos, você precisa começar do básico. Não tem receita, não tem almoço grátis, nada mágico que vai te tornar milionário ou milionária do dia para noite.

A estratégia é uma das partes fundamentais para alcançar resultados satisfatórios, por isso, se você está pensando em pular direto para parte de comprar os ativos, pense bem no que está querendo fazer.

O planejamento é essencial para qualquer grande atividade que você irá realizar na sua vida, seja ela pessoal ou profissional, por isso, não ignore o poder do bom planejamento.

Abaixo você poderá conhecer os 11 pontos para estruturar sua estratégia. É importante ressaltar que você identifique qual destes pontos já realizou e qual ainda deve realizar e assim fazê-los. Aqui você não verá uma fórmula que lhe dará uma estratégia finalizada, mas sim uma metodologia que se baseia em 4 pilares básicos dos investimentos de sucesso.

Projeção: Uma das habilidades básicas que um investidor deve desenvolver é a de leitura de cenários e a capacidade de fazer projeções utilizando de técnicas e de escolas de análises.

Objetivos:  Não faz sentido fazer investimentos sem traçar objetivos, esse é o pilar central de todo a metodologia, pois é daqui que sairão os caminhos para o que cada um avalia como sucesso.

Segurança: Apesar de ser um processo variável, podemos sim fazer movimentos com risco controlado. Sendo assim, o pilar segurança tem como objetivo auxiliar o investidor a ser capaz de fazer sua própria gestão de risco.

Investimentos: Aqui estamos ressaltando o princípio da diversificação, ou seja, não pulverizar nem centralizar seus investimentos. 


Texto: Aprenda como fazer uma estratégia de investimentos
Foto: Rodnae Productions

Estágio 1: Iniciando seus investimentos

Não adianta você querer ter um futuro organizado se o seu presente é um completo caos. Por mais severa que seja essa frase, ela representa o primeiro estágio da estratégia de investimentos, que nada mais é que a estruturação e avaliação da sua fase atual. Vamos ao básico, iniciaremos os seus investimentos com uma análise de cenário econômico da sua vida.


Planejamento financeiro

O planejamento financeiro se trata de uma sequência de ações que vão possibilitar que você possa compreender e, posteriormente, analisar quais são os gastos e os problemas que você está enfrentando em relação ao seu dinheiro. 

Para realizar essa atividade você pode contar com o apoio de planilhas, anotações em papel ou aplicativos que te auxiliam nesta catalogação de entradas e saídas. Além disso, o comprometimento é outra ‘ferramenta’ importantíssima para a realização desta tarefa, já que exigirá que você tenha periodicidade na execução das anotações.

Positive APP

Aqui você precisará anotar suas entradas e saídas, visualizar quais dívidas devem ser quitadas, montar seu orçamento financeiro –que se trata de quanto você irá destinar de sua renda para cada área da sua vida. Após ter seu planejamento e sua organização montada, será possível visualizar se poderá se dedicar a investimentos ou se primeiro será preciso colocar a casa em ordem.

Lembrete: Planejamento financeiro é uma atividade que você deve realizar de forma regular, em tempos bons ou não tão bons. Portanto, mesmo que esteja com as contas em dia, faça o controle para se manter ciente dos seus gastos.


Estruturação de objetivos

Junto ao planejamento financeiro, a estruturação de objetivos é o momento em que colocamos nossos sonhos no papel. Enquanto no planejamento você irá ver sua situação atual, na estruturação de objetivos você irá começar a organizar o seu futuro, isso porque você irá projetar onde quer chegar.

Necessariamente, você terá que se dedicar para fazer anotações de alguns pontos que vão te ajudar a saber o que quer, o motivo, o valor e para quando quer que esses desejos e sonhos se realizem. Sendo assim, você pode montar uma estrutura da seguinte forma:


ObjetivoIntercâmbio na FrançaData de realização17/06/2023

Motivação
Desenvolver o aprendizado do idioma francês e aprender sobre a cultura europeia.Quanto vou precisar?R$ 45.000,00
Como irei obter esse dinheiro?Reserva de viagem e investimentos em renda variável

Esse esquema é simples, mas ele será muito útil para que você possa tornar seus sonhos e desejos em atividades realizáveis. O ato de escrever possibilita que você torne aquilo que já foi sonho em algo real e será um passo útil para o estágio dois de como montar sua estratégia de investimentos.


Estudos sobre o mercado 

Tudo na vida gira ao redor do aprendizado, investidores de sucesso são aqueles que aprendem e depois aplicam seus conhecimentos. O terceiro passo do primeiro estágio se trata de estudar.

Não há como obter sucesso nos investimentos sem que você faça do estudo sobre finanças e investimentos um hábito, seja lendo um livro, assistindo um vídeo no youtube, consumindo conteúdos no instagram ou ouvindo um podcast. 

Boas decisões só são tomadas por pessoas que possuem informações e a informação vem através do estudo. A dica é criar uma rotina de estudo e atualização sobre política e economia, além de assuntos como finanças pessoais e investimentos. Encaixar esse hábito na sua rotina será de extrema importância para avançar nos seus objetivos.


Estágio 2: Elaborando seu projeto de investimentos

Após o momento de organização da sua situação atual e do início dos seus estudos – nunca pare de estudar e de se aprofundar sobre finanças, está na hora de fazer seu projeto de investimento. Desta forma, os três passos abaixo visam te ajudar a fazer boas escolhas antes de colocar seu dinheiro para trabalhar para você.


Abertura de conta na corretora

O melhor lugar para fazer seus investimentos é através de corretoras, pois através delas você terá acesso a diversos tipos de produtos e poderá decidir quais serão os mais alinhados ao seu perfil de investidor. 

Falando em perfil de investidor, é importante que você faça o teste para descobrir qual o seu. Os testes são oferecidos pelas corretoras após você abrir a sua conta.

De acordo com a B3, existem 102 corretoras participantes do pregão da bolsa. Dentre estas  muitas opções, às vezes é desafiador encontrar as melhores, por isso, clicando aqui você poderá conhecer 7 corretoras para começar a investir.


Plano de metas de investimentos

Investir sem saber onde você deseja chegar ou o que deseja ter não será útil. Afinal, ter dinheiro só por ter não será motivação suficiente para você se comprometer e se dedicar a poupar, aplicar, estudar e abrir mão de coisas no presente para conquistar coisas no futuro.

Sendo assim, aqui você irá recuperar seus objetivos do passo “Estruturação de objetivos”, pois agora você já consegue saber o que deseja e o quanto será necessário para atingir esses objetivos, está na hora de traçar metas para chegar no ponto final.

O objetivo é o seu ponto de chegada e as metas são o caminho que deverá percorrer para chegar ao ponto final.

Para elaborar essas metas é interessante que você conheça o seu perfil de investidor e que saiba também quais são os produtos da corretora que serão úteis para chegar onde quer. Deste modo, trace pequenas metas para ir atingido aos poucos e ir caminhando rumo aos seus objetivos, por exemplo:

  • Atingir a reserva de emergência de R$ 25.000,00
    • Mensalmente aportar R$ 500,00 em Tesouro Selic
  • Atingir reserva de viagens de R$ 20.000,00
    • Aportar mensalmente R$ 100,00
  • Investir R$ 15.000,00 em FII com retorno de 7,5% a.a
    • Após reserva de emergência, aportar R$ 300,00

Os valores acima são hipotéticos e servem apenas para orientar de como pode ser pensado um plano de metas.


Depósitos na corretora

Plano de metas elaborado e produtos conhecidos, chegou a hora de fazer seu depósito na corretora. De modo geral, as corretoras possuem o método de depósito TED, porém, algumas já estão adotando outros sistemas mais atuais como o PIX. Desta forma, antes de depositar, dê uma conferida no que está sendo disponibilizado pela corretora a qual você escolher.

Uma das coisas importantes para se fazer é ter em seu orçamento uma porcentagem destinada a seus investimentos. Seja em renda fixa ou em variável, você tem que ter esse valor orientado a esta finalidade e jamais retire dinheiro do pagamento de uma dívida ou de uma necessidade básica para efetuar investimentos, só invista um dinheiro que é destinado a essa finalidade. 

Comece com pouco e aumente seus aportes gradualmente, fazendo isso você poderá ir conhecendo o funcionamento do mercado e se protegendo de riscos.


Estágio 3: Fazendo uma estratégia de investimentos milionária


Texto: Aprenda como fazer uma estratégia de investimentos
Foto: Anna Nekrashevich

Os 5 passos a seguir são a base, o ínicio, para que você construa a sua estratégia de sucesso. Junto aos passos anteriores, você poderá obter grandes resultados, mas isso só será possível se você se comprometer em executar, estudar e analisar continuamente cada passo.


Não diversificar em mais de 10 ou 12 empresas

Quando falamos em diversificação, não estamos falando em pulverizar seus investimentos. Pense da seguinte forma, se você sair comprando uma ação de cada empresa, você não terá resultado significativo, nem participação efetiva em qualquer investimento, pois está tudo espalhado demais. Desta forma, comece escolhendo boas empresas e, aos poucos, aumente o número de empresas em sua carteira.

Entenda isso como um mantra: diversificar é preciso, mas pulverizar é cilada. Por isso, inicie com uma quantidade de até 12 empresas. Mais do que isso vai ser complicado até para acompanhar para efetivar suas análises.


Acompanhar as empresas

Como citado no ponto anterior, é necessário acompanhar as empresas que você está investindo. Entretanto, não significa que você precisa ficar todos os dias acompanhando cada decisão da empresa, isso só é preciso se sua estratégia for day trade.

Crie alertas na funcionalidade Google Alerta com os tickers das empresas que você investe e também crie o hábito de semanalmente ou a cada três dias saber se houve atualizações ou grandes mudanças.

A sua rotina para acompanhar a empresa deverá ser ajustada à sua estratégia, seja ela de Swing Trade, Buy and Hold  ou Day Trade, pois cada uma dará a você um tipo de urgência para saber das notícias. Sendo assim, ajuste esse passo a sua rotina de investimentos.


Diversificar em no mínimo 5 empresas

Assim como uma quantidade máxima aconselhada, temos também uma quantidade mínima. Isso se dá devido a ideia de não concentrar seus investimentos em um grupo pequeno de empresas, pois isso irá deixar a sua carteira mais suscetível às oscilações e inseguranças do mercado.

Criar um sistema de diversificação de carteiras possibilitará que você obtenha uma segurança maior e uma adaptação mais efetiva ao mercado. Cinco empresas é uma quantidade mínima de empresas, pois poderá estar em setores diferentes e, ainda assim, não irá pulverizar nem concentrar seu dinheiro.


Diversificar em setores diferentes

Ainda dentro do aspecto de diversificação, esse que é um forte pilar para investidores que são antifrágeis e de sucesso, é importante que você conheça os setores e como eles se comportam. Uma das formas é compreender os setores de necessidades básicas, o que chamamos de perenes, os que são cíclicos e não cíclicos. 

Alguns setores são interessantes para pessoas que querem mais estabilidade e outros para os que querem surfar nas ondas de alta ou baixa. Novamente, reforço a necessidade de estudar e conhecer o mercado e de aconselhar a não entrar em empresas e ativos que não conhece.


Pensar como antifrágil

O conceito de Antifrágil ganhou força com o livro de Nassim Taleb, intitulado “Antifrágil: Coisas que se Beneficiam com o Caos”. Em resumo, ser antifrágil é ser o oposto ao frágil, ou seja, tudo o que é frágil se rompe com facilidade e a antifragilidade se opõe a essa ideia, sendo que ele diz sobre se fortalecer também em cenários desafiadores.

O pensamento antifrágil está em torno da elaboração de carteiras e de um psicológico que saiba utilizar dos diversos cenários que podem se desenhar em uma economia. É válido lembrar que historicamente no Brasil estamos em constante cenários de turbulência, por isso aprender a desenvolver essa mentalidade é essencial.

Uma indicação é a leitura do livro de Taleb, pois os aprendizados serão fortes aliados a você e ao seu dinheiro.


Você está pronto/a

Nesse artigo você pode ver o passo a passo de como elaborar uma estratégia de investimentos milionária. Cada passo aqui listado servirá como orientação para que você construa a sua versão, afinal, a estratégia é algo pessoal e deve ser personalizada às suas necessidades.

Desta forma, preciso reforçar alguns pontos:


  • Não entre em investimentos sem antes conhecê-los;
  • Sempre tenha um olhar crítico acima das indicações de investimentos;
  • Tenha comprometimento com os seus objetivos e metas;
  • Procure ajuda de profissionais para aprender a cuidar do seu dinheiro;
  • A melhor pessoa para cuidar do seu dinheiro é você;
  • Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.

Agora que você já sabe como montar uma super estratégia, está na hora de se inscrever no curso que tem ensinado a centenas de pessoas a como investir na bolsa de valores. Clique no banner abaixo e se inscreva na lista de espera do Novatos da bolsa.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: