Positive Company

Como organizar uma viagem para qualquer lugar no mundo

Neste artigo você vai aprender como organizar uma viagem para qualquer lugar do mundo de um jeito fácil e com várias dicas.

na imagem uma mulher está de costas, com o braço levantado segurando um mapa nas mãos, o fundo da imagem está borrado e a imagem focada nela. | Como organizar uma viagem para qualquer lugar no mundo
Foto: Jcomp/Freepik

Algumas das experiências mais incríveis que a liberdade financeira pode proporcionar são, com certeza, as viagens. 

Seja no verão ou no inverno, não importa a época, viajar é uma das coisas mais gostosas de se fazer. Especialmente para quem sonha em conhecer lugares, pessoas e culturas diversas.  

O grande problema é que muitas pessoas não conseguem ir ao destino dos seus sonhos porque se esquecem de um detalhe básico, a organização financeira. 

Ter o controle do dinheiro é um pré-requisito para tirar a viagem do imaginário e fazer acontecer. Será a partir disso que você vai poder desfrutar ao máximo do que o destino oferece.

Sei que o momento não é de viajar, mas é importante lembrar que a viagem começa muito antes do que o dia em si de pegar as malinhas e zarpar para o destino dos sonhos. 

Então, esse artigo é para você aprender a como organizar uma viagem para qualquer lugar do mundo. 

Com determinação, foco e disposição, você poderá aproveitar todos os bons momentos que sempre sonhou.


Você vai aprender:


Os 3 passos iniciais de como organizar uma viagem

Por aqui viajar é uma das coisas que mais amamos fazer!  Estar em contato com outros ambientes é enriquecedor, e enriquecer é a nossa especialidade . Com as facilidades de acesso que a tecnologia nos deu, planejar viagens para qualquer lugar do mundo se tornou algo que todas as pessoas podem fazer. 

Sendo assim, aproveitando que estamos numa retomada gradual das atividades, agora é a hora ideal para começar o planejamento daquela viagem dos sonhos. 

Para dar início ao planejamento da sua viagem, você precisa seguir estes três passos : 

Na imagem uma mulher segurando nas mão direita algumas passagens de avião e um passaporte e na mão esquerda está segurando um cartão de crédito.  | Como organizar uma viagem para qualquer lugar no mundo
Foto: Vidstudio / Freepik

Escolhendo o lugar

Existem duas formas de escolher o lugar. Você pode utilizar o dinheiro como ponto de partida, ou seja, eu tenho R$X, quais destinos se encaixam dentro desse montante?

Ou você pode utilizar o seu destino dos sonhos como ponto de partida. 

No caso deste artigo, vamos pegar como base o destino dos sonhos porque em muitos casos, viajar está conectado diretamente a eles. 

Realizar sonhos traz felicidade e pessoas felizes fazem dinheiro. 

Sendo assim, comece escolhendo o lugar para o qual deseja ir, seja ele nacional ou internacional. A dica aqui é fazer pesquisas em sites que falam sobre turismo, assim você poderá entender mais aspectos relacionados ao dia a dia do local e perceber se é lá mesmo que você quer chegar.

Explore também grupos em redes sociais, existem muitos grupos onde viajantes compartilham suas experiências boas e ruins. Esses relatos podem ajudar a tomar uma decisão mais correta e saber como é turistar em um determinado lugar. 

Com a pesquisa feita, é hora de decidir quando será a grande viagem.

Data da viagem

Aqui é o momento de descobrir quando vamos arrumar as malas, trocar o câmbio (se for o caso) e partir para os dias de diversão. 

É preciso ter muita atenção à data, porque dependendo do destino, a sua viagem pode sair bem mais cara do que se imagina. 

Um exemplo são as temporadas de verão que, geralmente, são mais caras: ir para a América do Norte entre junho e agosto pode sair mais caro, ao contrário das viagens nacionais que ficam mais caras entre os meses de novembro e fevereiro.

Além das temporadas, a data da viagem é uma importante limitação ao que vamos falar logo a seguir, os custos da viagem. Para uma viagem nacional, um período de 6 meses pode ser o ideal para a organização, já para viagens internacionais, algo como 12 a 24 meses pode ser o tempo necessário para ajustar os detalhes da viagem.

Lembre-se que quanto mais tempo tiver para se preparar, melhor será para realizar todas as coisas que tem vontade e sem passar sufoco. 

Custo da viagem

Esse é o grande problema de muitas pessoas na organização das viagens. Isso porque na grande maioria dos casos, o custo da viagem é posto em segundo plano e acaba virando uma grande dor de cabeça no momento em que era para ser só tranquilidade.

A organização financeira deve ser levada a sério, desde o antes, no durante e até o depois da viagem. É necessário saber como organizar uma viagem nos pequenos detalhes (por isso pensar a data com cuidado é fundamental).

a imagem meme da Nazaré Tedesco Confusa - Personagem de Renata Sorrah em Senhora do destino  | Como organizar uma viagem para qualquer lugar no mundo
Fonte: Giphy

Vamos aos cálculos

Já com o destino definido e a data prevista, vamos aos cálculos. Comece estipulando o período que ficará no local. Será por dias, semanas ou meses? Tendo essa definição vamos utilizar a tecnologia como aliada para as pesquisas de preços sobre:

  • Hospedagem;
  • Passaporte;
  • Passagens;
  • Alimentação;
  • Eventos;
  • Transporte/traslados;
  • Taxas especiais ;
  • Seguros;
  • Passeios;
  • Etc..

Existem muitos sites que oferecem informações do custo de todos esses tópicos, o que já vai te ajudar muito. Ao levantar esses valores, podemos fazer uma conta básica de dividir o valor total pela quantidade de dias. 

Desta forma você saberá sua média diária de gastos. 

Perceba que há dois pontos juntos aqui. O primeiro é o dinheiro que será destinado para uso durante a viagem e o segundo, o dinheiro que será destinado para pagar a viagem e tudo o que lhe antecede (passagem, passaporte, hospedagem). 

Ao entender esses pontos, você conseguirá entender quanto a viagem vai te custar, os valores necessários para juntar por mês e o tempo destinado a esse investimento.

Quanto vou precisar investir por mês

Viajar é um investimento em si mesmo. Então, como os demais investimentos, é preciso saber que para atingir o montante final será necessário dedicação, constância e também cortar tudo aquilo que é supérfluo para que seja possível poupar mensalmente como o planejado.

Agora que você já tem os dados que pesquisou na dica acima, chegou a hora de definir suas metas financeiras para atingir o objetivo final. Uma das formas para você fazer a divisão do quanto será necessário poupar por mês (meta financeira) é fazendo a divisão total dos seus gastos pelos meses que faltam até o dia da viagem, por exemplo:

Média de uma diáriaR$ 250,00Estadia: 10 dias
Janeiro: R$ 200,00Fevereiro:R$ 150,00Março: R$ 250,00
Abril: R$ 250,00Maio:200,00Junho: 250,00
Julho: 200,00Agosto: R$ 250,00Setembro: 300,00
Outubro:250,00Novembro:100,00Dezembro: R$ 100,00
*valores fictícios

É recomendado fazer os pagamentos e se ajustar com antecedência para que não entre em dívidas indesejadas durante a viagem ou se perca em compras de última hora. 

Para isso, manter um roteiro e um planejamento podem ser ótimos aliados.

Além dessa forma de definir o montante mensal, você pode definir metas no estilo tempo-objetivo. Ou seja, irá definir um período para poupar o dinheiro para determinada função. Por exemplo: se sua viagem será em 12 meses, a divisão pode ser feita assim;

Janeiro a marçoPassagem, taxas especiais e seguros
Abril a junhoAlimentação e hospedagem
Julho a setembroTransportes, eventos e passeios
Outubro a dezembroGastos extras como comprinhas de presentes 

Nessa divisão você poderá ter períodos onde terá que poupar bem mais e outros que poderá poupar menos, assim será possível ajustar aos seus gastos anuais já previstos, como IPTU, IPVA, material escolar, etc.. 

É uma forma de não precisar fazer malabarismo ou milagres para poupar seu dinheiro, já que apenas a organização e o conhecimento da sua saúde financeira poderá te ajudar a atingir o seu sonho.

Ao construir o orçamento e as metas mensais de investimento, você tem que ter em mente que haverá casos em que você poderá precisar usar cartão de crédito e, em viagens internacionais, você terá que trocar a moeda. 

Por isso, encaixe na sua organização esses detalhes de troca de moeda (busque observar a valorização e a desvalorização) e também fique atento/a a como utilizará o cartão na sua viagem. 

Dica: se realmente for necessário utilizá-lo, coloque um teto de gastos para não perder o controle.

Onde meu dinheiro pode render

Você já percebeu que a organização é uma peça chave para sua viagem dos sonhos ser um grande sucesso. Entretanto, além da organização financeira, existem outras formas que podem acelerar a chegada até o seu objetivo.

Uma delas é ter uma renda extra como um trabalho freelancer, a outra é fazer investimentos com o seu dinheiro para a viagem. 

Calma! 

Não estamos falando para você deixar a sua viagem de lado e investir seu dinheiro, sabemos que o lazer também é essencial e quando bem planejado é melhor ainda. 

Nesse caso, a nossa sugestão é fazer aplicações voltadas para esse objetivo. Há investimentos em renda fixa e variável que podem trazer a sua viagem para mais perto, por isso, aprender a fazer o dinheiro trabalhar para você é tão bom.

Entender o seu perfil de investidor e fazer uma estratégia focada na sua viagem pode ser um excelente modo de se preparar. 

Aqui no blog da Positive Company você pode ler um artigo sobre como escolher uma corretora para começar investir e, além disso, você pode aprender como investir no mercado de ações com o Curso Novatos da Bolsa.

Uma dica bem importante é ficar de olho nas empresas nas quais você está investindo, pois o seu objetivo é acumular patrimônio para a viagem. 

Sendo assim, investir em blue chips é interessante já que são empresas mais consolidadas no mercado, possuem bons fundamentos e além de ganhar na valorização, você pode ganhar também com o recebimento de dividendos.

Tome cuidado também com as ações “micos”. Elas são baratas e atraem muitas pessoas pelo investimento baixo, porém a grande maioria está em recuperação judicial ou enfrentando dificuldades financeiras. 

Ou seja, não é legal alocar a grana de um sonho nelas, né?

Um homem preparando a mala para viajar  | Como organizar uma viagem para qualquer lugar no mundo
Foto: RawPixel / Freepik

Como gastar menos na viagem

Agora que você já sabe como organizar uma viagem para qualquer lugar do mundo, segue algumas dicas para economizar nesse processo.

  1. Utilizar aplicativos para se organizar financeiramente (Clique aqui para baixar o Positive App, o aplicativo de organização financeira gratuito da Positive Company) e se manter dentro dos seus limites de gastos;
  2. Usar sites de monitoramento de passagens aéreas;
    1. KAYAK 
    2. Skyscanner
    3. 123Milhas
  3. Troque suas milhas em sites especializados;
  4. Faça pesquisa em grupos de mochileiros no Facebook para encontrar passeios baratos;
  5. Divida seus passeios entre pagos e gratuitos.

Antes de pôr o pé na estrada, certifique-se de saber como é o custo e o ritmo de vida do local para onde você está indo.

Desta forma há garantia de que você poderá aproveitar os locais e as promoções.

Antes de arrumar as malas

Lembre-se que organizar uma viagem não é algo tão desafiador como parece. 

Para viver essas experiências culturais, você precisa ter em mente que para a sua viagem dos sonhos acontecer como você deseja, basta se planejar, organizar e investir. 

E agora com esse passo a passo ficou muito mais fácil fazer isso, né?

Seja um investidor de sucesso! Está aberta a lista de espera para o curso que irá te ajudar a fazer o dinheiro trabalhar para você. Se inscreva no Novatos da Bolsa! | Como organizar uma viagem para qualquer lugar no mundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: