Positive Company

Descubra o que são e como investir em commodities

Apesar de estarem inseridas no dia a dia de toda a população mundial, saber como investir em commodities é algo que poucos sabem.

Na imagem containers em um porto. | Texto: Descubra o que são e como investir em commodities - Positive Company
O termo commodity é originária da língua inglesa e pode ser traduzida como mercadoria. Foto: pixabay

O assunto de commodities as vezes causa uma confusão na mente de quem está começando no universo dos investimentos e, por mais que pareça algo desafiador, esse é um assunto bem fácil de entender. Não tem segredos, elas estão presentes em nosso dia a dia e possuem um potencial enorme na sua carteira de investimentos.

Além disso, as commodities são a principal frente do mercado internacional do país, principalmente, as agrícolas. Para entender melhor o que são e como começar a investir em commodities, basta seguir a leitura junto comigo.




O que você vai aprender:




O que são commodities?

Elas são produtos que podem ser armazenados por um longo período. Possuem algumas outras características como: são produtos que são padronizados, ou seja, não tem muita diferença de marca, são homogêneos; são produtos consumidos pelo mundo inteiro, logo, seu mercado consumidor é gigantesco; são, necessariamente, produtos que servem como matéria prima para outros produtos e sofrem pouquíssimo ou nenhum processo industrial-químico. As commodities possuem liberdade comercial, que nada mais é do que a ausência da interferência do governo nos preços, sendo assim, regulado pela lei de oferta e demanda.


Commodities em números

O Brasil, segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em publicação do Embrapa em Números, é “o maior exportador mundial de soja, café, açúcar, suco de laranja, etanol de cana-de-açúcar, carne bovina e de frango”. Essa pontuação possibilita que você já comece a ter a dimensão da potência mundial que o país representa. 



Fonte: Comex Stat


Em outro estudo, esse elaborado pela Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas (Sire) da Embrapa, intitulado O agro no Brasil e no Mundo: uma síntese do período de 2000 a 2020, apresenta que o Brasil “é o quarto maior produtor de grãos (arroz, cevada, soja, milho e trigo) do mundo, atrás apenas da China, dos Estados Unidos e da Índia, sendo responsável por 7,8% da produção mundial.”. Além disso, o estudo ainda pontua que o país é o responsável por 50% do mercado de soja e, em 2020, atingiu o posto de 2º exportador de milho do mundo.


 Texto: Descubra o que são e como investir em commodities - Positive Company
Fonte: Comex Stat


Quais são os tipos?

As commodities são divididas em 5 classes que abrangem os principais produtos base para o consumo da população. Eles são:


Agrícolas

Como você viu logo acima, o Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de commodities agrícolas do mundo. Fazem parte desse grupo, o Boi gordo,  arroz, cevada, soja, milho, trigo e outros.


Financeiras

Talvez você não tenha percebido isto, afinal, as commodities financeiras fazem parte do nosso dia a dia de forma tão natural que, por muitas vezes, nem nos atentamos a esse fato. São commodities financeiras as moedas (destaque especial para o dólar) e criptomoedas, os índices de ações e os títulos públicos.


Minerais

Duas das maiores empresas do país, a Vale e a Petrobrás, são segmentadas dentro deste grupo de commodities. São commodities minerais o ouro, prata, minério de ferro, petróleo, gás natural e etc.


Ambientais/Energética

Neste grupo há quem não faça separação e quem apenas use como ambientais ou como energéticas. Entretanto, as commodities que ocupam este grupo são: madeira, energia elétrica, petróleo, etanol, água e etc.


Química

O menos comentado dos grupos é o das commodities químicas. No Brasil pouco se trabalha acima dela. Fazem parte desse grupo os lubrificantes, o urânio e etc.


Vantagens e desvantagens

O mercado de commodities é uma potência, isso é um fato. A sua dimensão global comprova isso e, aqui no Brasil, você pode desfrutar de muitos investimentos. Entretanto, será que são só flores? Assim como os demais investimentos, esse também possui as suas vantagens e desvantagens.


Vantagens
Durabilidade: essa é uma das características e das vantagens, pois possibilita que as mercadorias sejam negociadas por um longo período.
Amplo mercado: faz com que o volume de negociações seja sempre grande, o que é bom para você investidor.
Ativo para diversificação: devido às suas características, é excelente para ser adotado em uma estratégia de diversificação de ativos na sua carteira.

Desvantagens
Não tem como foco gerar renda: o lucro obtido pelo investidor em commodities não estão nos juros ou na valorização do ativo, mas sim na diferença do preço na hora do fechamento do contrato e na data da efetivação, assim sendo, não há foco em gerar altas rendas e sim de ter segurança.
Alta volatilidade: por ser um mercado amplo e de muitas negociações, existe uma alta volatilidade nos preços dos ativos.
Suscetível ao clima: as commodities estão, em sua maioria, sujeitas a atividades climáticas. Podendo, assim, terem sua produção e seu preço afetados por desastres ou acidentes ambientais.

Mercado especulativo:

Este pode ser um ponto positivo ou negativo, pois irá depender da estratégia do investidor que poderá estar sujeito a maiores riscos causados pelos especuladores


Como investir em commodities?

As commodities são negociadas através das bolsas de valores mundiais, o principal meio é através dos contratos futuros e através de investimentos em empresas que atuam dentro do setor de commodities. 

Para que você inicie seus investimentos em commodities é necessário que primeiro conheça sobre o mercado e como ele funciona, tenha uma conta em uma corretora e planeje os seus investimentos. 

Caso você esteja buscando entender como investir em ações e aprender como o mercado financeiro funciona, indico que você clique aqui e se inscreva para a lista de espera do curso Novatos da Bolsa. 


Commodities na bolsa 

Na bolsa de valores brasileira é possível que você invista em commodities através dos contratos futuros ou através de ações de empresas que comercializam esses produtos. Abaixo veja uma lista dessas empresas e dos contratos que você encontra na B3.


Ações:

  • Petrobras (PETR)
  • Petrorio (PRIO)
  • Vale (VALE)
  • Gerdau (GGBR)
  • CSN (CSNA)
  • JBS (JBSS)
  • Marfrig (MRFG)
  • Suzano (SUZB)
  • Braskem (BRKM)
  • Duratex (DTEX)
  • Agribrasil (GRAO)
  • Cosan (CSAN)
  • SLC Agricola (SLCE)

Contratos Futuros:

  • Açúcar Cristal (ACF)
  • Boi Gordo (BGI)
  • Café Arábica 4/5 (ICF)
  • Café Arábica 6/7 (KFE)
  • Etanol Anidro (ETN)
  • Etanol Hidratado (ETH)
  • Milho (CCM)
  • Ouro (OZ1)
  • Soja (SFI)

Sobre índices:

O Índice de Commodities Brasil (ICB B3) é o resultado de uma carteira de ativos teórica, elaborada através da seleção de ativos de acordo com a metodologia de um índice de retorno total. Podem compor esse índice qualquer commodity, como produto agrícola, pecuário ou florestal, metais ou energia que tenha um contrato futuro na B3.

[Na imagem uma plataforma de extração petrolífera. | Texto: Descubra o que são e como investir em commodities - Positive Company
Foto: Pixabay

Viu só? 

Não existem segredos, nem coisas absurdas a serem compreendidas. O universo das commodities está presente diariamente nas nossas vidas, seja na nossa mesa de jantar, no nosso trabalho, na nossa diversão e nos nossos investimentos.

Lembre-se que antes de investir, você deve estudar com cuidado e atenção esse mercado. Afinal, boas decisões só são tomadas de maneira inteligente quando se tem boas informações.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: